Chorar no Trabalho


Ambiente de Trabalho

SAPO Emprego

Quando as emoções falam mais alto.

O local de trabalho é um daqueles sítios onde as lágrimas parecem totalmente inapropriadas e onde a mais pequena crise emocional poderá ter efeitos negativos na sua performance e avaliação enquanto profissional. Para a maior parte das pessoas, chorar é sinónimo de fraqueza e vulnerabilidade, um contrasenso face à imagem de competência e segurança que gostamos de assumir entre colegas.

No entanto, a situação é mais comum do que possa parecer. Como passamos grande parte do nosso dia no local de trabalho é natural que, em determinados momentos, as “emoções falem mais alto” e acabem por extravasar de alguma forma. Para alguns, implica gritar ou bater com as portas, para outros, o choro é uma reacção inevitável. 

 As causas mais comuns  

 # Excesso de trabalho – O stress, a frustração, o receio de não conseguir cumprir prazos. Estas são situações que frequentemente levam ao descontrolo emocional, dentro do ambiente de trabalho.

 # Desentendimento com chefias ou colegas – Algumas pessoas têm particular dificuldade em lidar com os conflitos no trabalho, cedendo ao choro com uma chamada de atenção ou uma troca de opiniões mais agressiva.  

 # Questões pessoais - Umas vezes o choro resulta de questões pessoais que acabam por se manifestar no local de trabalho. Seja uma discussão antes de sair de casa, a notícia de uma doença inesperada...

 # O choro como uma técnica – Algumas pessoas habituaram-se desde pequenas a conseguir aquilo que querem através do choro e transportam esta técnica para os locais de trabalho especialmente nas situações mais difíceis.

Publicidade

Siga-nos em:
Twitter   Facebook   LinkedIn   RSS   MEO Kanal - SAPO Emprego