Quando a mulher ganha mais...


Notícias & Actualidade

SAPO Emprego

Resolver a guerra da diferença salarial.

Apesar de toda a evolução que o papel da mulher tem vindo a sofrer no mercado de trabalho, há uma tradição que insiste em manter-se: na maioria dos casais o homem continua a ganhar mais e a subsistir como a principal fonte de rendimento familiar.
E o que acontece quando os papéis de invertem? O facto de as mulheres conquistarem espaços de destaque e conseguirem melhores salários vem abalar uma ideia que, ainda que inconscientemente, tem permanecido na mentalidade da maioria de nós.  

Os sentimentos…
Quando procuramos saber como reagem os homens a esta alteração na estrutura familiar as respostas são claras. Na sua maioria, independentemente da idade e/ou classe social, os homens sentem-se diminuídos quando as mulheres atingem uma posição de destaque, não só em termos salariais como pela posição hierárquica que ocupam.  Pouco frequentes são os casos em que o homem encara sem reservas um aumento ou promoção da sua mulher.

As reacções
A falta de auto-confiança masculina e, em alguns casos, falta de maturidade para lidar com esta situação, leva a que a vida do casal possa ser severamente prejudicada. Alguma hostilidade por parte dos seus companheiros, leva a que muitas mulheres alimentem sentimentos de culpa pelo seu sucesso profissional. Nestes casos, o trabalho passa a ser um assunto tabu em casa, para evitar conflitos e discussões. Em última instância, estas mulheres chegam mesmo a abandonar os seus projectos de carreira, pondo as ambições profissionais de lado, em troca de uma vida familiar harmoniosa.

Porém existem casos em que são as próprias mulheres que se mostram pouco compreensivas relativamente às diferenças salariais. Levadas pela ideia do que é tradicionalmente “comum”, acabam por reagir negativamente contra o companheiro, culpando-o pela situação que estão a viver e apontando-lhe frequentemente o facto de ele não contribuir ao mesmo nível para as despesas familiares.

O estigma social
Para evitar comentários depreciativos e alguma curiosidade alheia, este facto é escondido mesmo perante familiares e amigos, como se se tratasse de um problema sério. Quando, por algum motivo, o casal assume que ela ganha mais do que ele no trabalho, é frequente tentarem justificar a questão. Como resultado, regra geral, este tema gera sempre discussão ou algum mal-estar dificilmente ultrapassado.

Solução à vista?
Acima de tudo, é importante que os membros do casal olhem um para o outro como membros de uma mesma equipa e não como adversários de uma qualquer competição. A vida a dois implica um esforço mútuo, e ambas as partes devem ter a mesma responsabilidade e a mesma participação, independentemente de qualquer factor externo. Em caso algum, o dinheiro deverá ser sinónimo de poder.

Assim, é importante que o casal discuta este assunto abertamente, tentando perceber de que forma são verdadeiramente afectados por ele. Se deixarem pequenos desconfortos arrastarem-se, é mais provável que estes se venham a transformar em grandes problemas.

Publicidade

Siga-nos em:
Twitter   Facebook   LinkedIn   RSS   MEO Kanal - SAPO Emprego