Chefe, mas novo!


Ambiente de Trabalho

SAPO Emprego

Hierarquia e idades em conflito.

As posições hierárquicas costumam, por tradição, estar relacionadas com a idade e, regra geral, os mais velhos têm mais poder do que os mais novos. No entanto, as tendências do mercado de trabalho têm vindo a alterar esta situação, pelo menos nos relacionamentos profissionais. Actualmente, com a crescente mistura de gerações, torna-se comum ver colaboradores acima dos 40/50 anos a reportarem a chefes muito mais novos, em muitos casos com idade para serem seus filhos.
Sabendo que não é fácil lidar com este tipo de situações,  sugerimos-lhe algumas dicas que o podem ajudar a encarar melhor este cenário.

# Ponha-se no lugar do seu chefe. A situação para ele também não deve ser nada fácil, pois à insegurança típica da inexperiência aliam-se sérias responsabilidades profissionais.

# Tenha a noção de que, na verdade, as pessoas mais velhas podem ser difíceis de gerir, especialmente quando pensam que já não têm mais nada a aprender e quando já têm “vícios” de trabalho muito enraizados.

# Seja realista em relação às diferenças que vos separam. Não queira comportar-se como uma pessoa de 20 anos e não espere que ele aja como se tivesse 50. Saiba respeitar as diferenças existentes com naturalidade e flexibilidade.

# Evite pensar na diferença de idades e preocupe-se sobretudo com as visões de negócio e formas de trabalhar que serão os elementos mais importantes para a relação profissional que terá de se desenvolver.

# Saiba respeitar esta chefia, da mesma forma que respeitaria qualquer outra pessoa naquele lugar. A idade não se deve sobrepor as regras básicas da educação, cortesia e profissionalismo.

# Se notar que o seu chefe tem preconceitos em relação a pessoas mais velhas, faça os possíveis para provar que ele está enganado. Não entre em discussões, apresente factos e demonstre que a idade é apenas um pormenor quando existem profissionais competentes.

# Esteja preparado para o entusiasmo típico de quem “está a começar” e de quem tem provas para dar quanto ao seu desempenho. Mantenha-se actualizado e mostre-se motivado para trabalhar com novos métodos e uma nova equipa.

# Não generalize. Não parta do principio de que por ser novo, o seu chefe é necessariamente impulsivo, impaciente, inexperiente ou que chegou a esta posição graças ao “factor C”.

# Não tenha uma atitude paternalista. Este tipo de atitudes condescendentes podem facilmente accionar um mecanismo de defesa que acabará por reagir contra si.

# Procure estar disposto a aceitar mudanças. Não seja o típico “Velho do Restelo” que está constantemente a referir-se ao passado. Da mudança nasce a evolução e quem sabe estas modificações podem ser benéficas para si.

Publicidade

Siga-nos em:
Twitter   Facebook   LinkedIn   RSS   MEO Kanal - SAPO Emprego