Casual Fridays


Ambiente de Trabalho

SAPO Emprego

Saber vestir num ambiente informal.

O "Casual Friday" foi um conceito surgido nos Estados Unidos no final da década de 70 para diminuir o stress e estimular a produtividade dos trabalhadores, concedendo-lhes, todas as sextas-feiras, maior liberdade e conforto da forma de vestir.
No seguimento desta tendência, as empresas da “Nova Economia” acelararam o abandono dos rígidos códigos de vestuário de outrora. Hoje em dia, já não caímos no erro de definir uma pessoa pela gravata que usa e cada vez é menos invulgar ver um alto quadro de uma empresa em mangas de camisa.
Mas para muitas pessoas, acertar num look informal adequado é uma tarefa complicada e são muitos os que preferem jogar pelo seguro e continuar a refugiar-se no tradicional e seguro “fato e gravata”…
Damos-lhe algumas dicas para seguir as tendências gerais do “casual Friday*” e garantir um look casual sem ficar a sentir-se como “um peixe fora de água”.

# Não abuse da informalidade.  Usar roupa mais confortável não deverá ser sinónimo de desleixo. Embora os jeans sejam cada vez mais bem recebidos, as t-shirts e ténis desportivos devem ficar reservados para os segmentos mais “jovens”. Para o traje informal na empresa, opte por calças de algodão e pólos ou camisas lisas ou com padrões simples (riscas ou xadrez).

# Siga o padrão geral.  Como na maior parte das situações, também no que diz respeito ao vestuário no local de trabalho, a melhor dica é saber integrar-se no meio que o rodeia sem destoar. Se não faz ideia de como se apresentar, olhe à sua volta e siga o padrão geral dos seus colegas e chefias como modelo.

# Reciclagem não é opção.  Não caia no erro de tentar adaptar as camisas e os fatos habituais a um estilo mais informal. Vestir o seu blazer de sempre com t-shirt? Deixar o casaco do fato em casa e usar as calças com uns ténis? Evite cair no ridículo, investindo num novo e adequado guarda roupa… Acredite que notará a diferença!

# Assuma a sua individualidade. Um dos principais motivos que leva as empresas a optar por um estilo mais descontraído prende-se com a vontade de pôr fim ao distanciamento e formalidade inerente ao tradicional “fato e gravata” e encorajar a identidade própria de cada individuo. Saiba adaptar as “regras” ao seu gosto pessoal e à sua personalidade.

#  Planeie com antecedência. No que diz respeito aos homens, o abandono do “uniforme empresarial” torna a tarefa de se vestir muito mais complexa. Um truque para facilitar o processo é estabelecer regras básicas e definir previamente algumas combinações que pode fazer.

# Mantenha a sobriedade. Não fuja muito do que habitualmente é associado a uma imagem profissional e de autoridade, pois também pelas cores podem projectar o seu profissionalismo para os colegas e superiores.  Opte pelos tons “tradicionais”, como o preto, o azul e o cinzento, contrastando com alguns tons mais claros como o bege.

Aconselhável:
- Camisas Pólos;
- Camisa de Algodão;
- Camisas de riscas finas ou de xadrez miúdo;
- Parkas ou Casacos de couro ou camurça;
- Calças desportivas khaki ou azul marinho;
- Calças jeans mais clássicas, em bom estado e sem vincos;
- Mocassins.

A evitar:
X T-shirts com frases humorísticas;
X T-shirts de clubes de futebol;
X T-shirts sem mangas ou de decote em bico;
X Calções e bermudas;
X Calças jeans desfiadas e manchadas;
X Calças e camisas do mesmo tecido ou com igual padrão;
X Blusão ou camisa de jeans

Publicidade

Siga-nos em:
Twitter   Facebook   LinkedIn   RSS   MEO Kanal - SAPO Emprego