As bases de um bom salário


Desenvolvimento de Carreira

SAPO Emprego

Factores determinantes no valor profissional

Alguma vez se questionou porque motivo entre alguns profissionais com o mesmo perfil existem disparidades tão grandes a nível salarial? Na verdade, a remuneração resulta de uma combinação de factores que se podem relacionar entre si de uma forma mais ou menos positiva, beneficiando ou prejudicando o profissional em questão. Desvendamos alguns dos principais factores que se escondem por trás dessas diferenças e que são determinantes para o cálculo do valor de um profissional no mercado de trabalho.

Habilitações académicas.  Cada vez mais um requisito básico e não uma mais-valia, mantém-se no entanto como um dos factores primários para calcular o valor de mercado de um profissional.

 Tipo de remuneração.   Em média, um profissional com uma remuneração flexível, atribuída de acordo com os resultados obtidos, recebe mais do que quem trabalha em função de um salário fixo. Um profissional remunerado com base em resultados é, normalmente, mais produtivo e ambicioso, características que o valorizam em termos de mercado.

Competências.  Num mercado abundante em licenciados, mestres e doutores, as competências pessoais (capacidade de relação com os outros, optimismo, preserverança, ...) ou profissionais (ambição, organização, ...) tornam-se um elemento individualizador e marcam a diferença no valor salarial.

 Género. Um assunto tabu e que devia estar mais do que encerrado em pleno século XXI, mas que infelizmente continua a ser determinante na questão salarial. Diversos estudos confirmam que os profissionais do sexo masculino, no desempenho das mesmas funções, continuam a ser mais bem remunerados do que o sexo feminino.

 Idade. Partindo de um nível idêntico de formação e experiência profissional, os profissionais mais jovens tendem a ser mais bem pagos por se acreditar num maior potencial de investimento.

 Cargos hierárquicos.  A posição hierarquica é, naturalmente, muito importante para cálculo do valor profissional.  As responsabilidades assumidas e uma “boa colocação” dentro da organização são factores determinantes para o seu valor de mercado.

 Apresentação.   Está provado que a imagem tem também um forte papel no cálculo do valor de um profissional. Sem qualquer relação com o factor subjectivo da beleza, uma imagem auto-confiante e uma boa apresentação fazem toda a diferença.

 Rede de contactos.  Já o dissemos aqui muitas vezes, mas nunca é demais reforçar a importância de uma boa rede de contactos enquanto mais-valia profissional. Um profissional com um bom leque de relacionamentos profissionais é, sem dúvida, mais valioso no mercado.

 Estabilidade.  Um profissional que tenha feito uma história profissional marcada por experiências temporárias ou precárias, será significativamente penalizado a nível do seu valor de mercado.  Não confundir coerência e estabilidade com estagnação, já que esta última pode quebrar por completo o seu valor no mercado por muito bom que seja o resto do seu perfil.

Publicidade

Siga-nos em:
Twitter   Facebook   LinkedIn   RSS   MEO Kanal - SAPO Emprego