Postura de sucesso


Entrevistas de Emprego

SAPO Emprego

Linguagem corporal durante a entrevista.

Para além do seu currículo e da forma como responde às questões que lhe são colocadas, existe um outro factor que pode influenciar muito a forma como é avaliado durante uma entrevista: a linguagem corporal. Na verdade, os nossos gestos e atitude podem dizer mais sobre nós do que seria desejável, denunciando todos aqueles pequenos “defeitos” que tentamos esconder com as palavras.

Para que aquilo que diz esteja em consonância com a forma como se comporta, sugerimos-lhe algumas dicas para uma linguagem corporal de sucesso.

·         A iniciativa de cumprimentar deve sempre partir do entrevistador. Neste campo, o tradicional “beijinho” deve ser reservado para os seus amigos ou familiares. Na esfera profissional, um aperto de mão, firme e acompanhado de um sorriso, é o cumprimento acertado.

 

·         Cabeça erguida! Não há melhor forma de transmitir confiança a um potencial empregador do que mantendo uma boa postura, de cabeça levantada e com os ombros discretamente chegados para trás.

 

·         Mantenha-se direito mas evite estar muito rígido durante a entrevista. Estar demasiado parado pode significar falta de competência e controle. Movimente-se um pouco para enfatizar pontos importantes, demonstrar dinamismo e evitar o tédio.

 

·         Enquanto sentado, mantenha-se levemente inclinado para a frente. Desta forma passará uma imagem de atenção. É importante que adopte uma postura que mostre que está atento e a acompanhar o seu interlocutor.

 

·         Cruzar as pernas pode ser associado a um excesso de “à vontade” e algo inapropriado para o contexto da entrevista. Pior ainda, o  “baloiçar” de perna ou bater com o pé no chão. Além de caracterizar um estado de inquietação e agitação, pode ser relacionado com um certo “aborrecimento”. Procure manter os dois pés bem assentes “no chão”.

 

·         Mesmo que gesticular o ajude na construção de raciocínios complexos, cuidado com os excessos! O objectivo é conseguir um emprego e não demonstrar as suas capacidades de mímica. Demasiados movimentos a acompanhar o discurso estão intimamente relacionados com personalidades nervosas e inseguras!

 

·         Mexer no cabelo ou roer as unhas são sinónimos de insegurança e nervosismo. Evite também brincar com a caneta ou outros objectos que tenha à mão. Idealmente, deverá manter as mãos abertas, repousadas sobre o joelho ou sobre a mesa, em sinal de sinceridade e transparência.

 

·         Costuma dizer-se que os olhos são o espelho da alma. Preocupe-se em manter o contacto visual com o seu interlocutor para lhe dar sempre uma imagem de segurança, mas sem fixar demasiado o seu olhar, já que um simples olhar pode causar tensão e pressão.

 

·         Se for entrevistado por mais do que uma pessoa, tenha o cuidado de distribuir o olhar por todos, dedicando-lhes a mesma atenção. Mesmo que um dos entrevistadores seja mais interventivo e coloque mais questões, é importante que não se esqueça que está a ser avaliado por todos.

 

·         Não olhe para baixo enquanto fala. Para além de perder o impacto visual e demonstrar timidez e insegurança, é provável que aquilo que está a dizer seja mal percebido.

 

·         Até a forma como se relaciona com o tempo transmite uma mensagem sobre si. Olhar para o relógio, por exemplo, é um crime flagrante e intolerável! Não denuncie eventuais “pressas” ou impaciência, boicotando qualquer hipótese de sucesso para a sua entrevista.

 

·         Uma cara sorridente desperta mais simpatia do que uma cara muito séria. Para além disso, transmite uma atitude positiva, pois um sorriso é a moldura perfeita das personalidades optimistas e entusiastas.

 

·         O tom de voz do candidato pode transmitir entusiasmo ou desânimo. Tenha cuidado com a forma como apresenta o seu discurso e preocupe-se em falar devagar para ser bem entendido.

Publicidade

Siga-nos em:
Twitter   Facebook   LinkedIn   RSS   MEO Kanal - SAPO Emprego