A origem dos conflitos


Ambiente de Trabalho

SAPO Emprego

Factores de confronto no local de trabalho.

Por muito diferente que seja o sector de actividade em que as empresas actuam, as pessoas que nelas trabalham e todas as outras particularidades inerentes a cada empresa, há uma série de factores comuns que são responsáveis pelo aparecimento de conflitos no seio das equipas de trabalho. Para ajudar a prevenir algumas destas situações e melhor as resolver, seleccionámos as situações que, mais frequentemente, estão na origem de confrontos no local de trabalho.

 - Acumulação de problemas.  As desavenças fazem parte do dia-a-dia e muitas vezes resolvem-se por si próprias, mas quando as pessoas vão deixando acumular situações que as incomodam é provável que um dia venham a “explodir”.

 - Dependência dos outros. Há pessoas que são muito dependentes dos colegas para conseguirem realizar o seu trabalho. O facto de estarem constantemente a colocar questões, a querer atenção e a procurar aceitação, pode causar irritação por parte “das suas vítimas”.

- Insucessos. Após um mau resultado ou algum projecto mal sucedido dentro da equipa, é quase inevitável que surja uma troca de acusações. As pessoas tentam apontar responsabilidades a terceiros com vista a isentarem-se das suas próprias culpas, o que raramente traz bons resultados.

- Interesses pessoais.  – Quando as pessoas põem os seus objectivos pessoais à frente dos objectivos da empresa, é natural que possam surgir muitas diferenças na forma de encarar as situações.

- Falhas de comunicação.  Os “mal-entendidos” e as dificuldades de comunicação são dos mais frequentes responsáveis para todo o tipo de conflitos.  Da falta de comunicação para o “diz-que-disse”, passando pelo boato, todos são potenciais geradores de situações menos pacificas na esfera laboral.

 - Papéis mal definidos. Quando numa empresa não está bem definido quem faz o quê e onde começam e acabam as responsabilidades de cada um, os conflitos acabam por surgir inevitavelmente.

 - A luta pelo “poder”.  Causa comum de confrontos no trabalho são as promoções de um colega da equipa ou o aparecimento de algum novo elemento que assuma uma posição destacada, e a “inveja” que rapidamente se alastra por todos os que se mantêm no mesmo lugar.

- Personalidades diferentes. A “eterna” questão de as pessoas serem todas diferentes entre si condiciona a sua forma de estar e as suas escolhas. Há pessoas que não se conseguem mesmo entender. Uma pessoa demasiado detalhista pode ter dificuldades em aceitar o ponto de vista de uma pessoa que prefere olhar para o “cenário geral”, por exemplo.

- Recursos restritos.  Quando os recursos são limitados e as pessoas são “obrigadas” a lutar pelos mesmos, o potencial para serem gerados conflitos é elevado. Seja dinheiro de um orçamento, material de trabalho, salas de reuniões, automóveis, tempo do chefe, espaço de trabalho... até a mais pequena coisa pode servir de pretexto para que surjam disputas.

Publicidade

Siga-nos em:
Twitter   Facebook   LinkedIn   RSS   MEO Kanal - SAPO Emprego