A Força das Ideias


Criação do Próprio Emprego

SAPO Emprego

É numa ideia que tudo verdadeiramente começa

A força das ideias

Contrariamente ao que se pensa, para um empreendedor o dinheiro não vem em primeiro lugar. As ideias são um ingrediente essencial, porventura o mais importante. É numa ideia que tudo verdadeiramente começa.
Por António Henriques

Para um empreendedor, as ideias são um ingrediente essencial. Porventura o mais importante. Verdadeiramente é aqui que tudo começa. Contrariamente ao que se pensa, o dinheiro não vem em primeiro lugar. É inquestionável que os rendimentos são importantes e uma consequência desejável de qualquer projecto empresarial. Mas essa não é a «chama». A principal recompensa de um empreendedor é a concretização das suas ideias. É o gozo de fazer acontecer os seus projectos, por muito pequenos que sejam.
Desengane-se quem acredita em pensamentos genuínos. Aquilo que pensamos não é mais do que a projecção daquilo que absorvemos. Consciente ou inconscientemente, vamos modelando toda a informação de que dispomos em novas abordagens, apropriando-nos de tudo aquilo que vemos, sentimos ou experienciámos.
Naturalmente que nem todas as ideias são boas. Algumas são simplesmente más. Outras surgem absolutamente fora do tempo. Mas há algumas em que acreditamos cegamente. São aquelas pelas quais estamos dispostos a ir até ao fim do mundo… Em estratégia, recomenda-se sempre alguma contenção. É prudente desconfiar-se dos méritos de uma ideia, sem antes escalpelizar todos os pormenores envolvidos. Manda a humildade que se reflicta sobre quais os motivos por que não terão outros pensado sobre essa mesma ideia antes de nós. Mas às vezes, sabemos simplesmente que é por ali o caminho. E pouco importa se somos os únicos a ver esse trilho. Afinal, nem todos têm a sorte ou a capacidade de «ver a luz».
Casos há em que são muitas as portas que se fecham perante o nosso entusiasmo. Ver em cada obstáculo um estímulo à melhoria é um bom ponto de partida. Muitas das vezes, a resistência às ideias é a melhor prova dos nove. Significa que estamos no caminho certo.
Um verdadeiro empreendedor tem uma característica inata: é obstinado. As dificuldades, grandes ou pequenas, são um mero incentivo à busca de novos caminhos. Quanto maior for o desafio, mais gozo ele dá. E, mais uma vez, o dinheiro anda arredado da discussão.
Quando verdadeiramente se acredita numa ideia, não é fácil pedirem-nos para baixar os braços. É mais forte do que nós. Da mesma forma que não conseguimos ordenar ao organismo que pare de respirar. Bem lá no fundo, sabemos que vamos conseguir. É tudo uma questão de tempo.

Nota: artigo publicado no portal HUMANet em Setembro de 2011; António Henriques é ‘chief executive officer’ (CEO) do Grupo CH; antoniohenriques@chconsulting.pt)

Publicidade

Siga-nos em:
Twitter   Facebook   LinkedIn   RSS   MEO Kanal - SAPO Emprego