Assuma os seus erros


Comportamento & Marketing Pessoal

SAPO Emprego

Ver em cada falha um espaço para aprender e evoluir.

Independentemente da área de actividade, experiência profissional ou até nível hierárquico, ninguém está imune a cometer um deslize no trabalho. Se nem sempre é fácil assumir que errámos, a questão complica-se quando nos movimentamos num ambiente altamente concorrencial e que não facilita este tipo de situação.
Na verdade, fomos “treinados” para associar quem falha ao oposto do sucesso e a algo de que nos devemos envergonhar, o que leva a que a maioria das pessoas acabe por encarar um erro como uma fraqueza e não como uma oportunidade. Ajudamo-lo a assumir uma nova perspectiva e começar a ver em cada falha um espaço para aprender e evoluir.
# Não espere que o erro passe despercebido ou que se resolva por si. O mais certo é que acabe por ser “desmascarado” e, quanto mais tempo passar, pior serão as consequências. Quanto mais cedo assumir o sucedido, maiores serão as chances de conseguir dar a volta à situação.
# Assim que se aperceber que cometeu um erro, diga-o ao seu superior ou ao responsável pela equipa/projecto. É melhor que saibam por si do que por terceiros. De preferência, tenha já uma solução em mente para que possam discutir a sua viabilidade.
# Preocupe-se em rever os seus passos, de forma a perceber onde falhou e de que forma poderia evitar o sucedido. A intenção é não deixar repetir erros do passado e retirar sempre alguma aprendizagem duma situação deste tipo.
# Não dramatize. É verdade que sentimos uma grande angústia quando falhamos, mas é importante manter a perpectiva e perceber a real importância do erro em questão.
# Se o problema causado tiver sido pequeno, a palavra de ordem é controlar os danos e tentar encontrar soluções imediatas para remediar a situação. Se, pelo contrário, se tratou de uma falha com alguma gravidade, convém delinear um plano de “emergência” para minorar as consequências a curto/médio prazo.
# Mentir é a pior atitude a tomar. Não “invente” desculpas nem faça de conta que não sabe o que se passou. Qualquer uma destas atitudes demonstra uma grande falta de carácter e pode prejudicar muito a sua imagem se algum dia vier a ser descoberto.
# Não responsabilize outras pessoas pelos seus erros. Se na empresa existir um clima de confiança, é natural que os outros assumam que também falharam. Mesmo que isto não aconteça, a sua imagem fica muito mais beneficiada se admitir que errou do que se “apontar o dedo” a terceiros.
# Assumir os seus erros não significa que se “auto-destrua”. Admita que errou e se possível, logo que a situação esteja resolvida, não volte a mencionar o facto. Muito menos, perca tempo com atitudes de auto-comiseração, para as quais ninguém tem muita paciência.
# Faça o que for preciso para ajudar a ultrapasar a situação criada. Se for necessário passar mais tempo no emprego ou dedicar mais horas a tarefas que não seriam da sua responsabilidade, não tenha a falta de senso de pedir algum tipo de recompensa por isso.

Publicidade

Siga-nos em:
Twitter   Facebook   LinkedIn   RSS   MEO Kanal - SAPO Emprego