Patrão de si próprio


Criação do Próprio Emprego

SAPO Emprego

Vantagens e desvantagens do "freelance".

São muitas as pessoas que sonham com a possibilidade de deixar de lado as rotinas dos horários, do trânsito e dos escritórios, e lançar-se num negócio por conta própria. Mas nem sempre a ideia romantizada que temos do “freelance” corresponde à realidade difícil de ter de assumir a total responsabilidade pelos sucessos ou fracassos do seu negócio. Se pensa que o trabalho como freelancer lhe “assenta como uma luva”, fique atento às vantagens e desvantagens que encontrámos para este tipo de trabalho. 
 
VANTAGENS:
# Autonomia e liberdade. Ser o seu próprio chefe e detentor do negócio no seu todo, é inequivocamente uma vantagem deste tipo de trabalho. Tirando os compromissos financeiros que tenha contraído, terá a certeza de que todos os proveitos deste negócio serão para si.

# O horário. A possibilidade de organizar o seu tempo de trabalho permite que, muitas vezes, o freelancer se dedique em “part-time” ao negócio. Por outro lado, as horas de trabalho são, regra geral, muito mais produtivas do que no ambiente de trabalho tradicional de uma empresa.

# Trabalhar com paixão. Apesar do mercado actual reduzir estas escolhas, o freelancer tem a possibilidade de eleger projectos que de facto lhe agradem e que acha interessantes. É mais fácil manter-se motivado e empenhado quando se faz o que se gosta!

# Flexibilidade e simplicidade da estrutura. Um negócio por conta própria é obrigatoriamente, muito mais flexível e imediato, eliminando-se à partida burocracias ou barreiras desnecessárias. As decisões são tomadas mais rapidamente, havendo maior coordenação e menos conflitos de poder.

# Estabilidade. A total independência de orientações ou capital de terceiros, permite assumir compromissos a longo prazo e definir linhas globais para o crescimento do negócio. Por outro lado, também a cultura e os valores permanecem estáveis, o que possibilita uma maior solidez da estrutura empresarial.


DESVANTAGENS: 
# O investimento inicial. Para lançar a sua actividade é imprescindível ter alguma capacidade de investimento que possa aplicar no material e infra-estruturas necessários.

# O risco associado ao negócio próprio. É necessário estar preparado para lidar com os diferentes obstáculos que surjam no seu caminho e ter capacidade de ultrapassar os momentos de incerteza com uma dose de optimismo.

# As oscilações de rendimento. Uma pessoa que não seja financeiramente disciplinada poderá encontrar sérias dificuldades com este tipo de vida, uma vez que o negócio tem implicação directa nos seus rendimentos. Normalmente, os pagamentos são feitos a 30 dias, e alguns clientes não são tão pontuais como seria desejável.

# O horário. Apesar de poder gerir o seu dia com total autonomia, a verdade é que uma actividade por conta própria exige uma dedicação a 100%. Por vezes, terá de trabalhar várias horas por dia, ou mesmo os sete dias da semana, num ritmo exigente.

# Estabelecer-se no mercado. Nem sempre é fácil encontrar projectos e clientes. A maior parte dos freelancer acaba por desenvolver o seu negócio através do “passa-palavra” de clientes, não sabendo divulgar a sua actividade em meios alternativos.

# A “solidão". Quem trabalhou durante algum tempo numa empresa, poderá ter dificuldades em habituar-se ao trabalho individual. O trabalho em equipa, os almoços com os colegas, ou mesmo a partilha de experiências e conhecimentos podem fazer falta no quotidiano do freelancer. 

Publicidade

Siga-nos em:
Twitter   Facebook   LinkedIn   RSS   MEO Kanal - SAPO Emprego