Mudança profissional


Desenvolvimento de Carreira

SAPO Emprego

Quando mudar de carreira é uma opção.

É natural que nem sempre o emprego que temos corresponda totalmente às nossas expectativas, mas nada justifica passar uma vida inteira a fazer o que não se gosta. Muitas pessoas acabam por viver angustiadas a sua profissão, enquanto "alimentam" em segredo o sonho de uma carreira que julgam impossível.

Não é uma decisão fácil, e é necessária alguma coragem para assumir uma mudança de emprego, mais ainda quando se trata de uma mudança radical do rumo profissional.

Deixamos-lhe algumas dicas, para que considere esta mudança como uma real possibilidade.

1. Antes de tomar uma decisão radical, reflicta e analise… O problema está no trabalho ou em si próprio? Como em tudo, a rotina pode instalar-se no emprego, e muitas vezes, até as reclamações acontecem "por hábito".

2. Procure avaliar se não está a ser influenciado por terceiros, se não poderá fazer nada para tornar o seu trabalho mais aliciante.

3. Não se deixe levar por um momento de maior emotividade ou ansiedade. É necessário ter a certeza de que quer mudar, e de que não se trata apenas de uma insatisfação passageira.

4. Caso esteja satisfeito com a empresa, mas não gosta do que faz, procure mudar de funções, ou até de departamento. Para quê procurar mais longe, quando pode ter o que procura bem perto de si?

5. Não arrisque uma mudança se não tiver objectivos e planos de acção concretos. Face à actual situação económico-social do país, mais vale não arriscar demasiado, caso não tenha garantias de ser bem sucedido.

6. "Mexa-se". Para encontrar uma nova oportunidade é preciso procura-la, não vale de nada ficar sentado à espera que lhe venham trazer o seu "emprego de sonho". É necessário investir com empenho e determinação, e que defina uma estratégia.

7. Não mude para uma área apenas porque conhece pessoas que têm tido sucesso na mesma. Da mesma forma, não mude para uma área apenas porque está na moda.

8. Muitas vezes, este "começar de novo" implica receber menos e perder alguns dos benefícios e regalias a que já se estava habituado. Seja paciente.

Siga-nos em:
Twitter   Facebook   LinkedIn   RSS