Da maternidade ao trabalho


Desenvolvimento de Carreira

SAPO Emprego

O regresso à vida profissional depois de um filho.

Depois de ter estado quatro ou cinco meses fora do trabalho pelo nascimento do seu bebé, é agora chegado o momento de voltar a trabalhar. Será que está preparada para esta mudança? Se algumas mães chegam ao final da licença cheias de vontade de recomeçar a trabalhar e até encaram esta situação com algum alívio, outras ficam muito angustiadas só de pensar que esse dia está para chegar e só se resignam por saberem que não têm outra hipótese senão fazê-lo. Independentemente de qual for o seu caso, conheça os principais desafios com que se deparam as mães trabalhadoras e as nossas dicas para que a transição seja feita da forma mais suave possível.

# Problema: Sentimento de culpa
Este é um dos principais problemas com que as mulheres se deparam quando se aproxima o momento de regressar ao trabalho.
Solução: Por mais difícil que seja, é necessário encarar esta situação de forma racional. A verdade é que nos dias que correm, são poucas as pessoas que se podem dar ao luxo de deixar de trabalhar após terem sido mães. Para garantir maior tranquilidade e segurança nesta transição, é essencial estar 100% confortável com a escolha da creche ou da pessoa com quem vai deixar o seu filho.

# Problema: A separação da mãe
Uma das principais preocupações com que as mães se confrontam é a forma como o bebé vai reagir à separação.
Solução: Permita que o seu filho crie laços com outras pessoas desde muito cedo. É natural que a mãe tenha um papel de destaque na vida do bebé, mas o pai, irmãos, avós e amigos, devem também estar muito presentes, para que a criança não esteja tão centrada na figura materna e sofra um pouco menos com a separação.

# Problema: Deixar o bebé na creche
Se para a mãe é difícil deixar o seu filho ao cuidado de estranhos, também para o bebé não é fácil a adaptação a um ambiente diferente.
Solução:  Comece a deixar o bebé na creche, ainda durante a licença, por períodos curtos de tempo para que as mudanças ocorram de forma gradual. Desta forma, ficará com algum tempo para cuidar de si e recuperar energias que vão ser muito úteis quando voltar a trabalhar. Por outro lado, o seu filho já estará mais habituado à nova rotina quando chegar o momento da inevitável separação.

# Problema: Estar a 100%
O desafio de ser uma profissional bem sucedida e uma mãe exemplar é um fardo muito pesado.
Solução: Primeiro é preciso ter expectativas realistas e assumir logo à partida que não é humanamente possível ser uma mãe e uma profissional 100% perfeita, quanto mais ser as duas em simultâneo. Não exija demais de si própria e aceite o apoio de quem está mais próximo, quer no trabalho quer em casa, para a ajudar nesta reorganização de rotinas e prioridades.

# Problema:  Receios profissionais
Apesar de nem todas as mulheres admitirem, muitas ficam com medo de ter perdido o seu lugar, da pessoa que as substituiu estar mais integrada na equipa, de já não se sentirem integradas entre os colegas...
Solução: A melhor forma de lidar com esta possibilidade é mantendo o contacto com os colegas, mesmo enquanto está de baixa. Um telefonema, emails, ou mesmo um almoço, são boas formas de ir sabendo das novidades e não se sentir totalmente “à nora” quando chegar a hora de voltar.

# Problema: Adaptação à nova rotina
Depois de muito tempo fora do escritório pode ser complicado o regresso ao dia-a-dia de trabalho.
Solução: Se tiver oportunidade, tente que a data do seu regresso coincida com o final da semana, para que o primeiro impacto não seja tão forte. A partir daí, deixe que a adaptação e reintegração no ritmo de trabalho seja um processo gradual e decorra com toda a naturalidade.

# Problema: Preocupação com o bebé
É natural que, por muito que confie na creche ou na pessoa com quem deixou o seu filho, a sua atenção e preocupação se desviem frequentemente para o seu papel de “mãe”.
Solução: Para se sentir mais tranquila, agende um telefonema diário para satisfazer as suas dúvidas e saber como está o seu bebé. À medida que o tempo for passando pense em reduzir a frequência das chamadas.

# Problema: Ser vista só como mãe
Uma das tarefas mais complicadas com que as mães que regressam ao trabalho se deparam é “terem de provar” aos seus colegas que continuam a mesma pessoa que eram antes da maternidade.
Solução: Todas as mães orgulhosas gostam de falar do seu “rebento”, mas evite que todas as suas conversas girem à volta desse tema. Mostre aos seus colegas que para além de ser mãe, continua a ter outros interesses e que entre estes está também a sua carreira.

# Problema: Lidar com a discriminação
Muitas mulheres sentem que ao voltar ao trabalho estão quase a recomeçar a sua carreira do zero.
Solução: Não se espante se algumas oportunidades lhe tenham passado ao lado e que tenha mesmo sido prejudicada em algumas situações. Prove que continua a merecer toda a confiança enquanto profissional. Envolva-se no trabalho e mostre-se disponível para assumir novos desafios e responsabilidades.

# Problema: Ainda não está adaptada
Já voltou ao trabalho há algum tempo e continua a sentir-se muito “em baixo”.
Solução: Dê tempo ao tempo e não desespere! Aceitar e adaptar-se a estas mudanças pode ser realmente um processo moroso. E quando menos esperar já vai estar completamente absorvida pela sua nova rotina!

Siga-nos em:
Twitter   Facebook   LinkedIn   RSS