E-ducação electrónica


Ambiente de Trabalho

SAPO Emprego

Mensagens pessoais no email profissional.

São cada vez mais raros os casos de empresas que não disponibilizam um endereço de correio electrónico a cada colaborador. Sendo esse o meio de comunicação preferencial nos dias que correm, a maior parte de nós acaba por fazer uma utilização pouco diferenciada do email profissional, utilizando-o indiscriminadamente para as relações profissionais e pessoais.
Para que esteja consciente da importância de demarcar os limites da sua utilização, seleccionámos as principais desvantagens de usar o email profissional para fins pessoais.

# Confidencialidade/Privacidade - Apesar dos direitos inegáveis à protecção da privacidade, a verdade é que o seu email profissional é uma ferramenta de trabalho e, como tal,  o seu uso deveria ser exclusivamente esse. Assim, nada impede que, desde que devidamente justificado e dando conhecimento do facto ao trabalhador, a empresa monitorize o fluxo de mensagens via correio electrónico.

# Desconcentração - Receber mensagens pessoais em simultâneo com mensagens de teor profissional é sempre um factor de distracção com efeitos prejudiciais na produtividade. Por muito organizado que seja, e tenha o seu Outlook ordenado por pastas para assuntos prioritários, é inevitável  que a curiosidade desperte cada vez que recebe um anedota ou um anexo divertido.

# Momentos embaraçosos - Um forward para o destinatário errado, um email enviado por lapso para o departamento inteiro... Com maior ou menor gravidade, já todos passámos por uma situação desagradável deste tipo, que seria facilmente evitável se separasse o campo dos emails pessoais e profissionais, usando uma conta distinta.

# Acesso limitado - Na maior parte dos casos apenas conseguimos aceder à conta de email profissional a partir do local de trabalho. Se não tiver um endereço alternativo, que seja prioritário para os seus contactos pessoais, durante fins-de-semana, feriados e férias, acabará por ficar incontactável.

# Mudança de emprego -  Porque a vida profissional nem sempre é tão estável como desejaríamos e porque a mudança faz parte da evolução normal de carreira, ao cingir-se ao seu email profissional para todos os contactos terá um incomodo adicional quando mudar de trabalho (mudança de endereço, perda de contactos, avisar todos os seus contactos, etc...)

# Sobrecarga -  Nem sempre a capacidade do email do trabalho permite receber os emails que gosta de receber dos seus amigos. Uma música, fotografias ou mesmo um link para o seu vídeo preferido, podem ser bloqueados por uma questão de peso ou mesmo por critérios de triagem (por exemplo, determinadas extensões ou determinadas palavras).

# Procura de Emprego - Sejamos realistas: grande parte dos trabalhadores está activamente à procura de uma melhor oportunidade de carreira, independentemente de estar empregado. No entanto, é importante salvaguardar a sua situação profissional actual. Colocar o endereço de correio electrónico da empresa onde trabalha no seu currículo, ou divulgá-lo quando se candidata a uma oferta é um dos maiores erros que pode cometer. Neste caso, a criação de uma conta de email autónoma à do trabalho é fundamental para que possa ser contactado sem correr riscos.

# “Social networking” -  Entre blogs, comunidades e grupos de interesse, existe uma série de redes de contacto que se podem estabelecer online. Para os adeptos das amizades e “intercâmbios” virtuais, e não obstante as vantagens que este tipo de contactos lhe podem trazer também para a sua vida profissional, é essencial ter um endereço pessoal que melhor proteja a sua privacidade.

Siga-nos em:
Twitter   Facebook   LinkedIn   RSS