O pânico da Entrevista


Entrevistas de Emprego

SAPO Emprego

Enfrentar o entrevistador com sucesso garantido.

Sente-se nervoso cada vez que tem uma entrevista de emprego? Não se preocupe! Perante uma situação em que estamos a ser avaliados, nada é mais natural do que ficarmos um pouco nervosos podendo mesmo chegar a uma sensação de ligeiro pânico.
Damos-lhe algumas dicas fundamentais para  não se deixar levar pela ansiedade e enfrentar o entrevistador com sucesso garantido.

1. Não assuma pressupostos nem tire conclusões precipitadas. Ouça atentamente o seu interlocutor. Se alguma das perguntas que lhe for feita exigir mais do que uma simples resposta, esteja à vontade e reflicta durante alguns segundos em vez de responder sem pensar.

2. Não monopolize a conversa nem tente evitar responder a perguntas. Existem diversas maneiras subtis de assumir algum controlo da entrevista sem hostilizar o entrevistador ou dar início a um guerra pelo poder.

3. Assuma uma atitude positiva relativamente a tudo e todos. Não se queixe do seu emprego ser chato, da forma injusta com o seu chefe o trata ou da forma como os seus colegas e colaboradores se comportam. Mesmo um comentário negativo feito por acaso, poderá colocar o seu entrevistador de sobreaviso e preocupá-lo. Nessa situação, até poderá sentir-se tentado a explorar mais essa situação e descobrir uma razão para o retirar da "corrida". Ou até a sua própria atitude poderá provocar essa situação.

4. Não copie na totalidade a linguagem corporal do seu entrevistador. Poderá ser notado e parecer que está a imitá-lo ou a agir de forma estranha. No entanto, alguma empatia “física” é sempre uma vantagem, pelo que poderá tentar adoptar a postura global e, consequentemente, ficar mais confortável psicologicamente.

5. Não deixe que seja o entrevistador a ter todo o trabalho. Apoie as suas respostas com factos. Não se limite a responder com um sim ou não, a cada pergunta que lhe é feite. Aproveite para desenvolver um pouco aqueles temas em que se sente mais à vontade.

6. A não ser que o entrevistador o faça, evite questões tabu como salários e benefícios. Focar-se nas questões monetárias poderá fazer parecer que só está interessado no cheque ao fim do mês e não no emprego em si. Além disso, é do seu melhor interesse negocial esperar até ao último momento para discutir esses assuntos. Nessa altura, já terá informação suficiente para calcular aproximadamente quanto vale esse cargo e qual o valor que poderá acrescentar à empresa.

Publicidade

Siga-nos em:
Twitter   Facebook   LinkedIn   RSS   MEO Kanal - SAPO Emprego