Evoluir dentro da Empresa


Desenvolvimento de Carreira

SAPO Emprego

Concretize esta transição!

O cenário é recorrente: entrou para a empresa onde trabalha com uma função mas, entretanto, continuou os seus estudos e, neste momento as suas qualificações estão completamente desajustadas em relação à actividade que desempenha. Como convencer a empresa de que poderia estar a desempenhar uma actividade completamente diferente? Damos-lhe algumas dicas para abordar a questão e fazer com que esta transição seja possível...

# O ideal é informar a empresa logo que iniciar a sua formação ou, pelo menos, no decorrer do curso. Desta forma, poderá desde logo manifestar a sua vontade de manter o elo de ligação com a mesma empresa e evoluir profissionalmente.

# Se não informou anteriormente a empresa, não se iniba de dar o primeiro passo. Quando estiver a terminar o curso informe o departamento de Recursos Humanos e mostre-se disponível para mudar de área. De outra forma, a empresa não poderá “adivinhar” que tem novas qualificações nem as suas ambições profissionais.

# Opte sempre por uma abordagem pessoal, uma vez que tem um contacto facilitado com os responsáveis pela selecção e recrutamento da empresa. Com persistência, mas sem demasiada insistência, aproveite a proximidade para se mostrar aberto a uma nova proposta de carreira. 

# Uma das principais dificuldades neste processo de transição poderá estar na reacção dos “futuros” colegas. Alguns colegas poderão oferecer alguma resistência, encarando com estranheza o facto de uma pessoa que conheceram, por exemplo, como segurança, passar a trabalhar na área informática da empresa.

# O facto de estar “dentro” da empresa é uma grande vantagem para esta transição, uma vez que o seu perfil já é “familiar”. Por outro lado, acresce a demonstração da sua ambição, determinação e esforço, por ter conseguido concluir os seus estudos enquanto mantinha as suas responsabilidades profissionais na empresa.

# Avalie os seus próprios receios. Será que a transição vai ser realmente gratificante? Será capaz de adaptar-se às novas funções? Sentirá saudades da sua função anterior? Como lidaria com o fracasso de ter de voltar à antiga posição?

Publicidade

Siga-nos em:
Twitter   Facebook   LinkedIn   RSS   MEO Kanal - SAPO Emprego