Recusar uma promoção


Desenvolvimento de Carreira

SAPO Emprego

Não querer sair do lugar.

Uma promoção profissional costuma ser o sinal mais evidente de sucesso e pessoas que chegam a cargos de elevada responsabilidade são automaticamente identificadas como bons profissionais. No entanto, e apesar das pressões para a ascensão profissional, a verdade é que existem pessoas que preferem manter a segurança do seu posto em vez de se deixar levar pelas areias movediças da hierarquia empresarial.  Na verdade, depois da obsessão profissional das décadas de 80 e 90, o século XXI, sobretudo após os ataques terroristas de 11 de Setembro de 2001, parece ter trazido alguma mudança de valores, existindo cada vez mais pessoas a prescindir de uma carreira de sucesso por um equilíbrio na sua vida pessoal. Por muito estranho que ainda possa parecer a alguns, a verdade é que nem sempre o preço infligido à vida pessoal justifica aceitar uma subida de posição na empresa e um aumento de salário.
Mas como dizer não a uma promoção? Como fazer entender ao seu chefe e colegas que a sua decisão não implica que tenha perdido a motivação e capacidade de trabalho? Como explicar que prefere manter-se naquilo que sabe e gosta realmente de fazer, ao invés de cair no erro de alguns profissionais que acabam por avançar muito além das suas reais competências...  Seleccionámos algumas sugestões para abordar esta questão.

# Torne claro que não enlouqueceu!  Está há cinco anos na mesma empresa, a desempenhar as mesmas funções, com um desempenho satisfatório e um percurso exemplar... A estranheza é natural: por que motivo iria recusar uma promoção? Explique francamente as razões da sua opção, sejam questões familiares ou pessoais, e torne claro que continua motivado com o trabalho que tem e se sente realizado profissionalmente.  

# Aperfeiçoe o seu desempenho. Prove que poderá sempre fazer mais e melhor no cargo que exerce. Mesmo com alguns anos de experiência, existe sempre forma de aprofundar conhecimentos ou abordar as coisas de uma nova perspectiva. É essencial ir actualizando conhecimentos e procurar novas técnicas que aumentem a eficiência e produtividade, para deixar bem claro que você é e continuará a ser a pessoa mais indicada para assumir aquelas funções.

# Assuma a liderança. Já pensou que a experiência e a antiguidade podem fazer de si um elemento essencial para coordenar e acompanhar novos colaboradores e colegas de trabalho? Seja prestável e mostre-se disponível para esclarecer dúvidas, apoiar projectos e dar a sua opinião sempre que for solicitada. Rapidamente, ganhará a confiança das chefias e colegas como orientador/mentor da equipa de trabalho. Desta forma, conseguirá manter a segurança do seu actual posto, com algumas responsabilidades adicionais mas sem ter de “saltar” para terreno desconhecido.

# Aposte em projectos paralelos.. Negar uma promoção não é obrigatoriamente um sinal de paralisação no seu percurso profissional. Tente ir um pouco mais além daquilo que são as suas funções “contratuais” e aproveite para investir em outras áreas da empresa. Fomente programas de voluntariado, crie redes de apoio e integração na comunidade, existem milhares de ideias que pode agarrar! Desta forma, o seu papel será duplamente valorizado dentro da organização.

# Não tenha receio de um aumento.  Acabou de recusar uma promoção e não lhe parece que seja a melhor altura para solicitar um aumento, pois na maior parte das empresas o salário permanece indexado ao titulo que se tem no cartão de visita. Seja firme! Ao recusar mais responsabilidades ou uma ascensão na hierarquia empresarial, não está a pôr de lado as suas actuais responsabilidades e o empenho com que se tem dedicado ao trabalho. Lembre-se que se lhe foi oferecida uma promoção é porque o seu valor é reconhecido, pelo que, é merecedor de ser devidamente recompensado.

# Seja confiante. É um facto: gosta daquilo que faz e é bom nas suas funções. Uma das vantagens de se manter no seu lugar é poder continuar a fazer o que sabe fazer melhor, sem pressões e inseguranças. Saiba tirar partido dos seus anos de prática, pois estes são uma garantia de que poucos farão aquilo que faz de melhor forma.

Publicidade

Siga-nos em:
Twitter   Facebook   LinkedIn   RSS   MEO Kanal - SAPO Emprego