Trabalho de Equipa


Ambiente de Trabalho

SAPO Emprego

O reverso da medalha.

Apesar de ser um conceito antigo, o trabalho de equipa tem vindo a ser cada vez mais valorizado dentro das organizações, aparecendo hoje como o ponto central de todo e qualquer modelo de sucesso. Não pondo em causa as inúmeras vantagens geralmente apontadas, o trabalho de equipa não está, no entanto, livre de alguns problemas que podem por em causa o cumprimentos dos seus objectivos primordiais. Diagnosticámos alguns dos principais vícios que podem surgir dentro de uma equipa de trabalho.  
 
- Excesso de confiança.
O optimismo deverá sempre prevalecer no âmbito de uma equipa. No entanto, o optimismo levado ao extremo pode trazer consigo um excesso de confiança com consequências negativas, como seja o ignorar riscos que até seriam, em situações normais, demasiado óbvios.

- Dispersão e distracção.
Na falta de um elemento firme que fique responsável por coordenar os trabalhos, facilmente as atenções do grupo se podem desviar dos objectivos traçados. Em consequência, acaba por haver muito tempo perdido e a equipa desconcentra-se do trabalho.

- Fechar-se ao exterior.
A abertura ao exterior é, cada vez mais, um requisito fundamental para o sucesso. Equipas demasiado fechadas e centralizadas em si próprias acabam por afastar a entrada de colaborações do exterior ou opiniões diversas das do “grupo”.

- Conformismo.
Quando um grupo começa a limitar a liberdade de opiniões, procurando uma uniformidade de pensamento, perde-se uma das principais vantagens do trabalho em equipa que resulta, sobretudo, do confronto de ideias e formas de pensar. Nestes ambientes, as discussões (criativas e geradoras de novas ideias) são desencorajadas.

- Efeito “dominó”.
No espaço fechado de um grupo qualquer agente destabilizador alastra-se com maior facilidade do que nas situações normais. Assim, a desmotivação ou falta de produtividade de um elemento rapidamente se pode propagar aos restantes.

- Procura de liderança.
Alguns elementos têm dificuldades em encontrar o seu papel dentro do grupo, estando constantemente em busca de protagonismo. Nestes casos, facilmente se criam conflitos e instabilidade entre os elementos da equipa, que prejudicarão todo o seu desempenho.

Siga-nos em:
Twitter   Facebook   LinkedIn   RSS