Limites no caminho profissional


Desenvolvimento de Carreira

SAPO Emprego

Razão e bom senso no caminho do sucesso.

Em períodos de desemprego e despedimentos, as hipóteses de conseguir um emprego que realmente gostamos são, obviamente, muito diminutas. Com dificuldades acrescidas e uma concorrência apertada, é natural que estejamos prontos a fazer qualquer coisa quando nos surge uma boa oportunidade. Mas antes que tome decisões que possam vir a prejudicar as suas ambições ou projectos a longo prazo, lembre-se que existem limites para a sua caminhada para o sucesso profissional.
 
# Limite 1. A mentira
Imagine-se numa entrevista de emprego, que está a correr bastante bem. Até que o entrevistador lhe pergunta se tem conhecimentos de Francês e, apesar de os seus conhecimentos irem pouco além do “croissant”, sabe que este requisito é importante para conseguir o emprego. Solução? Certamente acha que não será assim tão grave empolar ligeiramente os seus conhecimentos… Esqueça! Uma mentira é sempre mentira e não existem melhores ou piores formas de faltar à verdade. Mesmo que lhe pareça ser inofensiva, acredite que acabará por ser prejudicado.

# Limite 2. O ordenado
Por vezes, uma mudança profissional exige alguma flexibilidade em termos salariais. Se está a iniciar o seu percurso numa nova área, poderá valer a pena manter uma margem de negociação salarial, ainda que possa ter de sofrer uma redução face ao seu anterior ordenado. No entanto, se a mudança acontece dentro da mesma empresa, em caso algum deverá ter sempre como patamar mínimo os seus actuais valores remuneratórios. Acima de tudo, importa ponderar qual o impacto que essa mudança pode ter na sua vida e se, de facto, o sacrifício será compensatório.

# Limite 3. A traição
Saber trabalhar em equipa e ter bom relacionamento com todos os colegas é fundamental para conseguir evoluir na sua carreira profissional. Não opte pela via conflituosa para sobressair dentro da empresa, saiba mostrar as suas competências sem prejudicar colegas ou potenciais concorrentes.

# Limite 4. A distância
Esta é uma questão recorrente para quem procura emprego ou uma eventual promoção: quantos quilómetros podemos fazer atrás de uma carreira? Valerá a pena aceitar uma oportunidade longe da sua família, amigos, casa e separar-se da sua rotina habitual? Avalie as suas prioridades. Se a estabilidade familiar está acima de qualquer outra questão, não deverá deixar de ter isso em conta. Se está numa fase em que o trabalho é a sua prioridade máxima, siga em frente pois o sacrifício valerá a pena. Além do mais, nenhuma decisão tem de ser definitiva.

Limite 5. A dedicação
Trabalhar no duro é, sem dúvida, uma boa táctica para conseguir uma promoção e o empenho e dedicação serão sempre componentes imprescindíveis no sucesso profissional. Mas será que o seu valor profissional deve residir no número de horas que passa na empresa? Acreditamos que não. Cada vez mais, as empresas estão conscientes da importância de uma vida equilibrada, valorizando os colaboradores que conseguem conciliar a sua vida familiar e profissional. Rentabilize ao máximo as horas que passa no seu local de trabalho ao invés de se preocupar com quem é o último a sair do escritório…

Siga-nos em:
Twitter   Facebook   LinkedIn   RSS