Viver no estrangeiro


Emprego Internacional

SAPO Emprego

O que deve ter em conta antes de começar a fazer as malas.

Se já tem agendada a sua partida para o Estrangeiro, lembre-se que existem muitos aspectos mais burocráticos que não deve descurar e cuja preparação se deve iniciar com alguma antecedência da data de partida.

Muito antes de começar a fazer as malas, pense em...

• Contrato de trabalho
Antes de partir, certifique-se de que recebe um contrato de trabalho (ou uma carta de compromisso devidamente assinada), assim como uma confirmação do seu salário. Leve cópias de todos os acordos de trabalho.

• Documentação
Faça cópias dos documentos importantes, incluindo a documentação dos seguros, os passaportes, contratos de trabalho, certidões de nascimento, cartões bancários, etc. Verifique se a sua carta de condução é válida.

• Cursos de línguas
Faça um curso de línguas, de preferência na língua materna do futuro país de acolhimento ou na língua veicular que utilizará mais no exercício da sua actividade diária.

• Contas bancárias
Verifique quanto dinheiro poderá precisar de ter na sua futura conta bancária uma vez no país de destino. Tome nota das referências da sua actual conta bancária. Necessitará delas para efectuar transferências bancárias no estrangeiro.

• Seguros
Não se esqueça de levar um documento de seguro de doença válido. Considere também a hipótese de fazer um seguro de viagem.

• Habitação
Procure as opções existentes em termos de alojamento e os preços das rendas no seu futuro país de residência (por ex., busca na Internet, associações de albergues de juventude para alojamento temporário, etc). Verifique também os requisitos e as estimativas dos preços para transportar os seus bens.

• Segurança social
Contacte a sua instituição de segurança social antes de partir para obter a informação necessária e os formulários UE necessários e/ou o Cartão Europeu de Seguro de Doença (para si e para a sua família, se aplicável). Informe-se sobre os acordos do país e outras formalidades relacionadas com a transferência dos direitos de segurança social (prestações sociais, subsídios de desemprego).

• Tributação
Contacte as autoridades pertinentes no seu país de origem para obter aconselhamento personalizado sobre acordos de tributação celebrados com o seu país de destino.

Pouco antes de partir...
• Desvincule-se, de forma legal e adequada, de todas as relações contratuais com prestadores de serviços: habitação, água, gás, telefone, Internet, TV, etc. Pode pretender igualmente pôr termo às suas relações com o seu banco e com as suas seguradoras (geralmente em caso de mudança definitiva ou de duração muito prolongada para o país de acolhimento).

• Informe as autoridades locais de que vai viver para o estrangeiro, se tal for o procedimento exigido.

• Comunique a alteração do seu endereço postal a todas as instituições ou entidades com as quais mantém contactos regulares.

• Informe a administração tributária do seu país de origem de que vai deixar o país.
E não esqueça...

• Passaporte e/ou bilhete de identidade válido para si e para os membros da sua família.

• Visto para si e/ou para os membros da sua família, se não são cidadãos do EEE (ou tencionam ir viver num país fora do EEE).

Fonte: Portal EURES
© Comunidades Europeias, 1995-2009

Siga-nos em:
Twitter   Facebook   LinkedIn   RSS