Assuntos banidos do trabalho


Ambiente de Trabalho

SAPO Emprego

O que ditam as regras de bom senso.

Se é no local de trabalho que as pessoas passam grande parte do seu dia, é natural que o mesmo sirva de cenário para os mais variados temas de conversa. No entanto, e pelo contexto profissional em que se inserem,  é necessário ter alguma atenção, para não deixar que de uma conversa “inofensiva” se firam susceptibilidades ou se prejudique o bom ambiente de trabalho.

Conheça o que ditam as regras do bom senso no que diz respeito a assuntos devem ser mantidos fora do local de trabalho.

 Assuntos Privados:  Por regra, a vida pessoal deve ser deixada fora do trabalho. É natural que “desabafe” com algum colega ou com um pequeno grupo com quem está mais à vontade e mais próximo, mas é preciso saber traçar uma linha entre a vida profissional e o que são as questões pessoais. 

Boatos:  Lançar ou, pura e simplesmente, dar continuidade a boatos no local de trabalho é uma atitude muito pouco profissional. Qualquer pessoa que não gostaria de ser envolvido numa situação deste género, deve evitar alimentá-la quando os outros são o alvo.

Dinheiro:   Quanto ganha, se ganha menos do que devia, comparar salários com A ou B,  são questões sobre as quais não deve discorrer no local de trabalho. Guarde este tipo de questão para momentos mais oportunos, como a reunião de avaliação de desempenho ou uma conversa especialmente marcada com esse fim.

Política:   Questões relacionadas com politica são sempre susceptíveis de provocar uma discussão. É natural que surjam, no trabalho, conversas sobre as noticias mais recentes relacionadas com esta temática e, até certo ponto, este tema pode ser mais ou menos pacífico. O problema começa quando alguém tenta impor a sua visão aos outros ou se passam às críticas das opções políticas alheias.

Religião.   Assuntos relacionados com religião e fé devem ser evitados no local de trabalho. As pessoas podem ofender-se se sentirem que as suas crenças estão a ser postas em causa. Da mesma forma, os mais fervorosos não devem fazer do trabalho, o local para tentar levar mais seguidores para a sua causa.

 Vontade de mudar de emprego.  Pense duas vezes antes de começar a lamentar-se sobre o insatisfeito que está relativamente à sua carreira e como tem vontade de mudar de emprego. É natural que uma atitude deste género “caia mal” e que a sua lealdade à empresa seja posta em causa.

Siga-nos em:
Twitter   Facebook   LinkedIn   RSS